depressão

Depressão: quando a tristeza é um sinal?

Nem toda tristeza é depressão, mas toda depressão vem acompanhada de tristeza. É importante entender os sinais de que algo mais grave está acontecendo e perceber o momento certo de buscar ajuda, antes que as coisas saiam de controle.

Muitos confundem o estado de tristeza temporária com o estado depressivo. Precisamos conversar sobre esse assunto, sem ressalvas, para desmistificar ideias que são propagadas por aí.

Não que não devamos nos preocupar quando estamos tristes. Não é isso! Mas é importante saber qual é o tipo de tristeza que geralmente aponta para um problema maior. Pensando nisso, preparei um texto especial para te ajudar a identificar quando a tristeza é um sintoma de depressão.

Tristeza e depressão são a mesma coisa?

Definitivamente não. A tristeza é um sentimento natural, que pode acontecer diante de situações negativas, inesperadas e dolorosas, como a perda de um emprego ou um momento de luto. Todas as pessoas passam por situações tristes na vida, o que não quer dizer que elas sejam depressivas. O nível de tristeza de cada um tem muito a ver com a tolerância individual à dor.

Depressão, por sua vez, é uma doença. Uma condição patológica de ordem emocional. Só para ter ideia, de acordo com pesquisas recentes, a depressão em breve se tornará a enfermidade mais incapacitante do mundo.

Estou triste. Será que estou depressivo?

Muita calma nessa hora. O fato de estar passando por um momento triste não significa que você entrou em depressão. Também não posso afirmar que não esteja. Somente uma avaliação psiquiátrica criteriosa pode confirmar ou descartar o quadro. Entretanto, quando a tristeza está associada à depressão, ela dá sinais. É fundamental reconhecê-los para buscar ajuda especializada.

Quando a tristeza é preocupante?

Quando (e se) ela passar dos limites, certamente você saberá. A tristeza típica de depressão não é normal. É uma tristeza profunda e persistente. Ela não costuma amenizar mesmo depois de um tempo. O sentimento de vazio persiste e a pessoa perde a vontade de fazer coisas que antes davam prazer. Em alguns casos, o indivíduo deixa de ver sentido na vida e pode ter vontade de morrer. É como se a felicidade tivesse o abandonado de vez.

A tristeza na depressão vem sozinha?

Apesar de ser o sintoma principal, a tristeza não é o único indício de depressão. Ela costuma vir junto com outros sinais como alterações no sono, ansiedade, redução ou aumento do apetite, lentidão, cansaço excessivo e sem razão, desânimo, baixa energia, inquietação, dificuldade de concentração. sensação de inutilidade e culpa. Tais manifestações costumam impactar negativamente a interação social, os relacionamentos e, até mesmo, as atividades profissionais. Ao notar que qualquer um desses sintomas está durando mais de duas semanas e não passa naturalmente, busque suporte médico especializado. Se for depressão, saiba que quanto antes o tratamento for iniciado, maiores são as chances de obter bons resultados.

Quer saber mais sobre depressão? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como psiquiatra em Porto Alegre!

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp