transtorno de personalidade esquizoide

Características do transtorno de personalidade esquizoide

Alguma vez na vida você ouviu faltar em Transtorno de Personalidade Esquizoide? Trata-se de um distúrbio caracterizado, principalmente, pela falta de interesse no estabelecimento e manutenção de relações sociais.

Estimativas revelam que esse transtorno pode atingir de 3,1% a 4,9% da população, uma desordem de personalidade capaz de trazer sérios impactos para a vida dos indivíduos que apresentam essa condição.

Vale acrescentar que o Transtorno de Personalidade Esquizoide (TPE) é mais incidente em homens do que em mulheres, embora possa afetar pessoas de ambos os sexos. Outra informação importante é que o quadro é mais comum em quem tem histórico familiar de transtorno de personalidade esquizotípica ou esquizofrenia.

Além disso, estão mais sujeitos a desenvolver esses distúrbios os indivíduos que já tiveram ou têm comorbidades como depressão e transtornos de personalidade  como paranoia, borderline ou esquiva. Quer conhecer as principais características do TPE? Veja só!

Frieza emocional

Para eles, pouco importa o que as outras pessoas estão sentindo ou, até mesmo, pensando deles. Os indivíduos que apresentam esse transtorno costumam permanecer indiferentes e não demonstram suas emoções em situações sociais. Há uma dificuldade para expressar sentimentos e, raramente eles reagem sorrinho, gesticulando ou gritando. Levam a fama de serem frios e passivos.

Estilo de vida solitário

Geralmente quem tem esse transtorno não possui desejo de se relacionar com outras pessoas, inclusive parentes. Os amigos íntimos ou confidentes não fazem parte do seu contexto pessoal e eles preferem realmente estar sozinhos na maior parte do tempo. A solidão é uma característica forte, tanto que gostam mais de atividades solitárias, como jogos de computador.

Distanciamento social

No mesmo sentido da característica anterior, o distanciamento social é marcante aqui. Justamente para não conviver com outras pessoas, quem tem o Transtorno de Personalidade Esquizoide vive evitando situações sociais que envolvam a participação de terceiros. Com isso, se distanciam de hobbies e até atividades corriqueiras, como um evento de família.

Comportamento apático

Ainda que sejam provocados, não reagem proporcionalmente. Não demonstram raiva, tristeza ou indignação. Permanecem apáticos, mesmo que a situação mude e exija mais atitude. Como não se manifestam diante de diferentes circunstâncias, pode parecer que essas pessoas não possuem direcionamento para a própria vida.

Desejo sexual reduzido

Dificilmente essas pessoas se relacionam intimamente com outras. O desejo sexual é reduzido e, quando se relacionam, é porque isso atende a seu exclusivo interesse. O mais provável é que não pense no outro. Só para ter ideia, quem tem Transtorno de Personalidade Esquizoide raramente namora e muitas vezes não se casa.

Se você tem essas características ou conhece alguém que tem, o ideal é buscar suporte psiquiátrico para diagnosticar e tratar o quadro. Vale destacar que o diagnóstico se baseia em critérios clínicos e o tratamento é feito através de terapia cognitivo-comportamental.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como psiquiatra em Porto Alegre!

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp